quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Saúde Pública - Greve dos servidores da saúde em Porto Alegre


A greve dos servidores da saúde, no dia de hoje, deixou ainda mais precário o atendimento nas unidades de saúde de Porto Alegre. Os médicos fizeram atendimento, porém com atrasos devido a falta de assistência dos demais servidores que aderiram a greve. O objetivo são melhores condições de trabalho e regulamentação de jornada de 30 horas. Sabemos das condições precárias na saúde pública de todo estado, exames demoram tanto para serem agendados que em muitos casos, o paciente já faleceu quando é enviada a marcação do exame ou consulta. É notório também, a estagnação dos métodos de agendamento e comunicação da data aos pacientes, principalmente aos do interior. É preciso valorizar os profissionais e também modernizar o sistema.
 
Sobre a greve em Porto Alegre:
 
" Os servidores municipais, estaduais e federais que atuam na rede de saúde pública da Prefeitura de Porto Alegre (RS) iniciaram uma greve que atingiu todos os postos de atendimento do município, nesta terça-feira (23). Diversas categorias aderiram ao movimento. Participam técnicos e auxiliares de enfermagem, funcionários do setor administrativo e áreas de apoio em geral.


A greve também está servindo para denunciar as condições de atendimento nas unidades de saúde. Em alguns casos faltam equipamentos e acessórios básicos até mesmo para fazer curativos. Soares relata que a greve recebeu apoio da população."
'Eles estão entendendo isso porque sabem que têm dificuldade para marcar a primeira consulta e as pessoas estão levando até cinco anos para ter atendimento nas especialidades. Sabem que é necessário contratar mais profissionais e equipar os prédios e o pronto-atendimento.'”



Fonte: http://correiodobrasil.com.br/pacientes-esperam-5-anos-por-atendimento-e-servidores-iniciam-greve/287389/

Nenhum comentário: