segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Domingo de chuva, sol, leitura e pequenas reflexões

Final de semana, introspectivo. Passei em casa, sai apenas ontem durante a tarde, comprei algumas coisas, entre estas, dois livros que vou dar de presente para  minha mãe. Um da Lígia Fagundes Teles e outro do Paulo Coelho. Curiosamente, despertou-me vontade de ler o Zahir de Paulo Coelho, já li alguns livros dele, gostei, mas em outras épocas. Fazia muito que eu  não lia nada por prazer, mas sempre coisas para estudar. Comecei a ler e fluiu agradavelmente. Um trecho em especial, fez-me refletir, na página 71: " - Descobri uma coisa recentemente: os verdadeiros amigos são aqueles que estão ao nosso lado quando as coisas boas acontecem. Eles torcem pela gente, se alegram com nossas vitórias.Os falsos amigos são os que só aparecem nos momentos difíceis, com aquela cara triste de 'solidariedade', quando na verdade o nosso sofrimento está servindo para consolá-los em suas vidas miseráveis...."  Geralmente ouve-se que os verdadeiros amigos são os que aparecem nas horas difíceis, e acho que são realmente, mas esse trecho fez-me ver que grandes e verdadeiros amigos, são aqueles que se alegram com nossas vitórias, que continuam nossos amigos quando estamos bem, e alcançando tudo que buscamos. Analisei um a um dos meus amigos, e conclui que realmente tenho os melhores. Se estou com problemas, nunca me deixaram só, e quando estou relizada, sempre aparecem convites para comemorar comigo.

Nenhum comentário: