Novas normas diferenciadas e simplificadas para contratação de ME e EPP nas Licitações Públicas no Estado do RS

Passa a vigorar no Estado do RS a Lei  nº 13.706 de 06 de abril de 2011 conheça na integra:

O Decreto Nº 48.160 de 14/07/2011 regulamenta a Lei nº 13.706, de 06 de abril de 2011 e cria o Programa Gaúcho do Uso do Poder de Compra.

 Os governos federal, estaduais e municipais representam apenas 4% das vendas de micro e pequenas empresas. O Estado RS compra em torno de R$ 2 bilhões por ano e apenas um pequeno percentual é adquirido de MPEs. O objetivo é aumentar para 25% visto que a regulamentação da Lei 13.706, possibilita licitações destinadas apenas a estas empresas ou a destinação de lotes específicos, facilita ainda as questões de apresentação de documentos e isenta de alguns como balanço patrimonial em determinados casos. Tendo em vista que as compras a nível de estado, são feitas pela central de compras na capital, estas deverão ser descentralizadas para possibilitar que pequenas empresas de cidades do interior, possam participar. Com isso o Estado poderá ainda gerar uma diminuição de custos, pois se as compras passarem a ser regionalizadas, os valores acrescidos para transporte e entrega dos itens será reduzido. Tal regulamentação só vale para compras a nível estadual, mas nada impede que os municípios comecem a seguir tais incentivos, e possam atender a tão reivindicada valorização do comércio local, o que considero de fato positivo, desde que, não cause prejuízo a administração, comprar na região porém considerando sempre preços competitivos. O ponto negativo é que corre-se o risco de grandes empresas, passarem a usar empresas "laranja" enquadradas como micro ou pequenas para facilitar sua participação nas licitações. Dessa forma teremos um benefício fictício, mas para toda decisão há  algum risco.

Comentários

Postagens mais visitadas