sábado, 27 de março de 2010

Condenação do pai e madrasta de Isabella

A maioria parece certa   de que  foram o pai e a madrastra de Isabella que a mataram de forma cruel, e ainda que a pena é  muito pequena visto os benefícios da lei que terão. Eu fico ainda com alguns questionamentos, e se não foram eles? Se foram, por que um deles não assumiu? Conseguir chegar ao final do julgamento, depois de 2 anos detidos e não ter praticamente nenhuma contradição? Eu não vi provas concretas em nenhum momento, todo julgamento foi baseado em hipóteses. Se forem culpados, concordo são uns monstros. Mas onde isso ficou claro eu me pergunto, pois pra mim não ficou. E se forem inocentes, será que ainda saberemos?

2 comentários:

Vanderlei Machado disse...

Elisandra eu entendo tuas inquietações, mas pensa um pouco e me diz: Para um pai de verdade que perde uma filha, a atitude não seria de descobrir o culpado ao invêz de tentar provar que não foi ele.O que vimos na mídia foi uma clara demostração do teatro, que é um julgamento, onde quem interpreta melhor leva o prêmio.
Bem é minha opiniâo!!!
Eu respeito a tua.

Elisandra Minozzo disse...

Também vejo essa frieza por parte do pai, e acho bem provável que eles sejam culpados. Mas achei tudo realmente como tu diz, uma peça teatral, suposições e demonstrações de hipóteses. E se apenas seus atores foram mais fracos na interpretação?
Obrigada por acompanhar o blog e pelo comentário!