quarta-feira, 1 de julho de 2009

Enfim em casa

Por enquanto não terei aquelas postagens descrevendo a paisagem cipoense, ou minhas lamentações de solidão. Nem tão pouco desabafos críticos. Estou em casa, cuidando de minha vida e minha família, alheia ao mundo. Preciso organizar a casa com as coisas da mudança, estou fazendo isso aos poucos, assim como minha própria vida, retomando rumos aos poucos. Vou deitar no sofá, ler o Correio do Povo, a Isto é, ouvir a novela das sete, com uma taça de vinho e o ar condicionado ligado. Quero apenas aproveitar esse momento.

******
Nenhum sofrimento dura eternamente, nenhuma dor é infinita, precisa-se eliminar a causa enquanto minimizamos os sintomas.
******
Meus pais já estão morando na casa nova, falta bem pouco para estar toda terminada. Agradeço a cada amigo abençoado que me ajudou material e espiritualmente. Espero que Deus me dê formas para retribuir ao mundo tudo de bom feito a mim e minha família nesse período.

Um comentário:

Júlio César de Lima Prates disse...

Curta bem esse vinho. Boa sorte.