domingo, 12 de julho de 2009

As coisas que acontecem em nossas vidas sempre tem uma mensagem a nos dizer, embora talvés nunca se tenha certeza de qual ela é


Ao fundo dos brotos da figueira que já reaparecem, a casa, novamente erguida. Cada tijolo conta várias histórias. Histórias daqueles que os fizeram, daqueles que os doaram, daqueles que os sentaram para formar a parede e história daqueles que sonharam várias semanas com a sua colocação. Está pronta, do chaminé já sai a fumaça do calor que aquece nossas almas. Ainda vamos colorir suas paredes e na estação certa, plantar muitas flores. Sempre tive certeza de que as paredes se reeguiriam e as gramas nasceriam denovo. O susto passa, foram dias muito longos, noites sem sono, mas nenhum desses dias foi sem esperança. Deus esteve concosco todos os momentos, através de nossos amigos. Quando sentíamos estremecer, alguém vinha e nos carregava, a mão de Deus através das pessoas, muitas vezes da pessoa mais improvável, lá estava a palavra certa para o momento exato. Conseguímos porque não estávamos sozinhos. Porque somos uma família, com todas as diferenças de uma família, porque temos amigos, vizinhos, companheiros e conhecidos que estão conosco. Seguiremos como sempre fomos, porém, carregando um pouco de cada um daqueles que deixaram seu carinho, sua compreensão e amizade. Aos amigos que sempre tivemos e dos que agora encontramos contem sempre conosco. Muito obrigada.

Nenhum comentário: