terça-feira, 23 de setembro de 2014

Colcha de retalhos



"É difícil recortar o passado, e escolher apenas as figuras coloridas para compor o álbum, onde deixar os recortes amassados, os cantos cinzas, o vermelho borrado e verde musgo-limo; como transformar o cinza em prata,o vermelho em calor e o verde em esperança? Como livrar-se da dor que a vida deixou crescer, das sementinhas que nem semeamos, mas apáticos, deixamos cair ao chão? Eu fico aqui tentando, fazer dele um patchwork ,para enfeitar meu presente, alegrar meu futuro, quiçá eu consiga ou não, mas sigo com minhas tesouras afiadas: recorte daqui e dali, cole pra lá e ajuste de cá, costure, teça, fie, só não se deixe parar."
Coisas de Elis

Nenhum comentário: