quarta-feira, 27 de julho de 2011

Administração pública ou artes, teatro e pilates

Afinal, o que me fez escolher essa especialização em Adm. Pública ao invés de Artes Cênicas ou outro?
Lembro-me bem quando vi o currículo do curso, amei os conteúdos, as matérias de gestão de processos e gestão de pessoas: decidi na hora. Quando começaram as aulas, puxa! Adorei, simplesmente me identifiquei, queria colocar tudo em prática no meu modesto dia a dia de servidora pública.
O tempo passou, aprendi, compreendi, mudei de instituição pública, o cargo continuou basicamente o mesmo, os problemas de lá, são iguais aos de cá. Algo mudou com o curso, porque fico vendo, identificando, procurando soluções, nem sempre aproveitadas. Identifico o processo ou a falta dele, vejo com clareza as falhas, mas pouco posso fazer, além de me estressar, gritar, me indignar.
Agora estou aqui, com um monstruoso TCC para elaborar. Tivesse escolhido um curso de artes, de teatro, umas aulas de pilates. Faria meu trabalho naquele horariozinho, me esforçando apenas para me livrar das pilhas de papéis de minha mesa, e iria relaxar... rir, interpretar, me alongar. Mas não! Escolhi conhecer as mazelas da Adm. Pública, é isso, mereço mesmo me estressar!

**********
Na verdade adoro o curso e quero algum mestrado na área pública.

Nenhum comentário: