quinta-feira, 17 de março de 2011

Março, pós-carnaval. Enfim iniciado o ano de 2011. Estou de volta a net, ainda  em Poa. Tenho muitas histórias da minha nova rotina, rotina de interiorana na capital. Mas me viro como posso, afinal se outros são sobreviventes a esse ritmo frenético, também posso ser. Comprei um computador e modem de acesso a internet, agora sim, estou bem, andava meio deprimida, sem meu msn, sem as notícias da minha região, mas logo vi pelos blogs que a coisa está igual a sempre, com exceção de um cerco em um bairro, não me aprofundei muito, estou sem tempo. Muitas provas, muita pressão por notas boas, muita incerteza da cidade de lotação, da data de nomeação, enfim, tudo bem em  ritmo de Porto Alegre. Aliás uma cidade ótima, adoraria morar aqui, mas com um bom  salário, pobre em cidade grande sofre! E como sofre. Ando pra cima e pra baixo a pé, vim tão despreparada que na primeira chuva, óbvio que não tinha guarda-chuva,  tomei um banho, mas não era um banho de chuva como no Cipó, era uma chuva que  ardia os olhos e as narinas, passei encharcada por um mendigo, tapado com plástico e pensei : Puxa vida, ele está mais precavido que eu. Enfim, ainda não comprei o guarda-chuva, mas estou acompanhando o climatempo.

Nenhum comentário: