quinta-feira, 14 de maio de 2009

Pare o mundo que eu quero descer

Poderia fazer vários comentários, acho até que deveria, mas não é o momento. Sobre tudo, sobre inúmeros assuntos, do país, do estado e dos municípios da região, não é momento. Estou focada em outros objetivos pessoais e importantes, o que não me impede de ficar boquiaberta, estarrecida com certos fatos. Apenas vou deixar esta frase de Raul Seixas " Pare o mundo que eu quero descer ", porque se o mundo é esse que se mostra e ninguém quer fazer nada para mudar, eu definitivamente, estou no planeta errado.

Raul Seixas Eu Tambem vou Reclamar Lyrics:

Mas é que
Se agora prá fazer sucesso
Pra vender disco de protesto
Todo mundo tem que reclamar
Eu vou tirar meu pé da estrada
E entrar também nessa jogada
E vamos ver quem é que vai güentar
Porque eu fui o primeiro
E já passou tanto janeiro
Mas se todos gostam eu vou voltar

Tô trancado aqui no quarto
De pijama
Porque tem visita estranha na sala
Aí eu pego e passo a vista no jornal
Um piloto rouba um Mig
Gelo em Marte diz a Viking
Mas no entanto não há
galinha em meu quintal
Compro móveis estofados
Me aposento com saúde
Pela assistência social

Dois problemas se misturam
A verdade do universo
E a prestação que vai vencer
Entro com a garrafa de bebida enrustida
Porque minha mulher não pode ver
Ligo o rádio e ouço um chato
Que me grita nos ouvidos
Pare o mundo que eu quero descer

Olho os livros na estante
Que nada dizem de importante
Servem só prá quem não sabe ler
E a empregada me bate à porta
Me explicando que tá todo torta
E que já não sabe o que vai
dar prá mim comer

Falam em nuvens passageiras
Mandam ver qualquer besteira
E eu não tenho nada prá escolher

Apesar dessa voz chata e irrenitente
Eu não tô aqui prá me queixar
E nem sou apenas o cantor
Eu já passei por Elvis Presley
Imitei Mr. Bob Dylan, you know...
E eu já cansei de ver o sol se pôr
Agora eu sou apenas um latino-americano
Que não tem cheiro nem sabor

E as perguntas continuam sempre as mesmas
Quem eu sou, de onde venho, onde vou dar
E todo mundo explica tudo
Como a luz acende
Como o avião pode voar
Ao meu lado o dicionário
Cheio de palavras
Que eu sei que nunca vou usar
Mas agora eu também resolvi
Dar uma queixadinha
Porque eu sou um rapaz latino-americano
Que também sabe se lamentar
E sendo nuvem passageira
Não me leva nem à beira
Disso tudo que eu quero chegar
E fim de papo

Nenhum comentário: