quinta-feira, 26 de março de 2009

Analogias

Noite de quarta-feira, 25 de março de 2009. Nove anos se passaram do novo milênio, uns 24 anos do dia que uma colega da 1ª série me contou que o mundo acabaria no ano 2000. Sim, as mais velhas da 2ª me confirmaram: " vai acabar com fogo, porque a última vez que acabou foi em água e sabia que todos morreram afogados, menos os que entraram na arca, por isso começou tudo denovo". Hum, então, o mundo já acabou? E vai acabar denovo? Meu Deus vou estar com 22 anos! Mas hoje estou com 30 anos, 7 meses e 14 dias. O mundo acabou para muitos, para os que de fato partiram para outro plano ou para aqueles que se perderam em seus próprios sonhos. Vivemos um segundo milênio de contrastes, a ciência obteve grandes e valorosos avanços na cura e tratamento de doenças, mas ainda há pessoas morrendo por febre amarela, por desnutrição. Internet popularizada, EAD, PROUNI e números elevados de adolescentes que deixam a escola aos 14 ou 15 anos por estarem grávidas. Safras recordes, pessoas brigando por um barril de água. Carros elétricos, biodiesel, crianças que saem de casa às 5 da manhã para ir à escola. Multiplicação de igrejas e credos, pessoas violentadas dentro da própria casa pelos que deveriam protegê-las. Cadernos capa dura da Minie, da Barbie, do Inter/ Grêmio, MP5 e crianças que vão a escola sem lápis, sem almoço, de chinelos emendados. Moradias ecologicamente corretas, auto-sustentáveis e favelas abarrotadas de casas de papelão sem banheiro, sem água e sem energia. Lembro da minha colega da 1ª série, " o mundo vai acabar", na prática não acabou, mas talvez se esconda dessa enorme parcela de gente que se priva de quase tudo que ele oferece.

Um comentário:

LIZI disse...

Gostei do texto. Parabéns!!!
bjs