segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Ser feliz é um aprendizado

Como seres humanos e dotados de "razão" ao menos teoricamente, nos questionamos com freqüência. Sentimos, medos, angústias, alegria, prazer e levamos em consideração uma gama de valores materiais e pessoais que fazem sentido desporporcionalmente a cada indivíduo. O fundamental para a harmonia dos seres, ainda é o respeito. Saber conviver com os que pensam diferente de você, analisar o outro em todos os ângulos, priorizamos coisas diferentes, mas no final das contas, todos buscamos o nosso bem estar e dos nossos, ou seja, da família, dos amigos e dos que defendem ideais semelhantes. Se todos levassem em consideração apenas este conceito de respeito aos demais, o mundo já seria bem melhor. Respeite o colega que trabalha ao lado, ele não concorda com tudo que você faz, no entanto não deixa de ter qualidades e quando mais precisar, poderá ser surpreendido, pois nem sempre o que considera mais amigo é o que te estende a mão. Não é preciso pensar, nem fingir que pensa como o outro, apenas seja o que é, e entenda as razões que movem os atos alheios. Não endeuse, nem humilhe ninguém, os papéis se invertem muito rapidamente. Saiba que tem limitações e que erra também. Nem sempre aquilo que desejou com tanto afinco, vai te fazer feliz. Aceite a idéia que nem todos serão apaixonados por você. Das pessoas que passam por nossas vidas, algumas serão colegas, outras vizinhas, poucas amigas, companheiras de causas ou de festas, e muito, muito poucas ainda farão parte dela em 10 anos. Então, lembre todas as manhãs, daqueles pequenos valores que nossas mães nos passaram, que nossas professoras tentaram passar. Todos nós em algum momento, já tivemos a prova de que o mundo sempre nos devolverá aquilo que lhe demos. Viver feliz é simples, basta aceitar-se, aceitar o mundo que vive e respeitar o pensamento de quem está do seu lado neste instante.

Nenhum comentário: