domingo, 13 de julho de 2008

Domingo em Santiago

Levantei cedo, tirei o dia para me organizar, relaxar e ficar em casa. Nenhum lugar substitui a casa da gente. Aqui os pássaros cantam mais e com mais vigor, o ar é mais leve, a respiração se torna mais suave. Não procurei e não fui encontrada por nenhuma fofoca política. Enfim, o resumo de um dia agradável, nossos celulares tocaram somente uma vez, era minha mãe. Em seguida vou desligar o computador e sentar em frente a casa tomar chimarrão absorvendo esse resto de domingo. Amanhã levanto as 5:00 e volto a Capão do Cipó, meu trabalho, meus amigos e minha querida política me aguardam. Estou motivada, recarregada e felissícima. Que venham os obstáculos dessa semana pois estou pronta para deixá-los pra trás.

Um comentário:

Vivi disse...

Olá
Lendo essa postagem, te dou toda razao...
Nao ha lugar como nosso lar.
bjao