quinta-feira, 19 de junho de 2008

Somos um grão de areia não o sol

Grande parte da humanidade nasce e morre, sem refletir sobre a sua real importância nesse planeta, nessa vida. Pensando que esse papo de reciclagem é para ecochatos, plantar árvores é coisa de colonos, que recusar uma sacola a mais no supermercado para colocar apenas uma água que já vai consumir, é miseriação. É uma pena, pois somos tão insignificantes e burros que recebemos um planeta completo, onde todas as peças funcionavam em sincronia e nos dedicamos a mudá-lo com o pretexto de tornar a vida dos seres humanos mais confortável. Por quê? Apenas porque pensamos que somos os racionais, a linhagem que se destacou entre as demais e evoluiu.
Modificamos o universo, para satisfazer nossas vontades, e a maioria de nós, tenta modificar os da própria raça, os mais fracos, subjugando-os aos seus desejos. Poucos, se dispoem a refletir sobre si e seu papel na Terra. Somos um ínfimo grão de areia que compõe a Terra e não o sol, o planeta não gira ao nosso redor. Falta-nos humildade e bom senso para reconhecermos, precisamos de tudo: do ar, da água, da luz, das outras pessoas, dos animais e de todos os recursos desse planeta, assim como ele ainda é.

Nenhum comentário: