terça-feira, 26 de novembro de 2013

Dia de feira no Largo Zumbi dos Palmares/Largo da Epatur



Uma das coisas que mais sinto falta aqui na capital é da horta da minha mãe. Como é bom poder andar alguns passos e colher as verduras e legumes mais deliciosos do mundo. Mesmo na minha casa em Santiago, sempre tive um pomar com frutas em abundância, maracujas para congelar para o ano inteiro, e um cantinho de hortinha, com pelo menos algumas couves, rúculas e temperos, ah e também o velho pé de chuchu no muro. Na minha temporada de moradora de Capão do Cipó, logo providenciei um canteiro com temperos, salsa a vontade, cebolinhas e algumas tentativas de outras verduras. Hoje moro num apartamento  bem ao centro de Porto Alegre, e cultivo minha "hortinha" em potinhos na janela da cozinha, tenho salsa, cebolinhas e orégano, embora não sejam suficientes para meu consumo de verduras, é um prazer  cultivá-los e  usá-los, o que me faz  lembrar de regar e remexer a terra com a frequência necessária. Para minha alegria, Porto Alegre tem excelentes feiras, e tenho a sorte de morar bem pertinho do Largo Zumbi dos Palmares, onde todas as terças e sábados acontece a feirinha, eu prefiro a da Redenção com produtos orgânicos, mas esta acontece só aos sábados. Meu dia de feira tem sido as terças desde que comecei minhas aulas aos sábados. Resta-me então a feira do Largo do Zumbi,  minhas terças-feiras são mais felizes por causa dela, é uma fartura tão grande de produtos reunidos, que acabo sempre levando mais do que preciso, saladas, frutas, temperos, grãos, embutidos, queijos, com seus aspectos saudáveis, cores fortes e cheiro de vida, adoro! Mais tarde vou lá, hoje é dia de me deliciar!

Nenhum comentário: