terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O mundo está calmo hoje. Meu mundo está calmo hoje. Uma chuva escassa mas agradável caiu sobre a região. A presidenta escolhe seus ministros, repartem-se as influências. Em Santiago, muitos pipocam para o chamado do governador, tantos virarão piruá, e quem sabe algum estoure, quem sabe? Alguns dias de mobilia nova, pessoas novas com idéias novas. A maioria vai se acomodar, acostumar, vidinha tranquila, parece que não vai acabar. É fácil esquecer os sonhos, o que prometiam fazer. Tudo é diferente. Raros serão os guerreiros que conservarão seus valores, seus princípios, mas ainda creio que eles existirão. É nestes que deposito fé. Redirecionem suas vidas, sem esquecer de onde vieram e sem desprezar a confiança que lhes foi depositada.

Nenhum comentário: