quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Urucubaca? Só de leve!

Bateu a urucubaca aqui em casa, mas fraca só leve. Na última semana o Denilson se "amolou" com a pressão alta, eu aproveitando o feriado do dia 12, fui faxinar, cai um tombaço e pronto, torci a mão. A Isadora, teve uma alergia, ou coisa parecida, que rendeu uma semana de atestado, pomadas, corticóides e injeção, o pai bem que mandou ela benzer, mas é teimosa. Meu problema acho que resolvi hoje, depois da insistência dos colegas foi visitar o seu Prego, funcionário lá da Coagrijal, ele apertou a minha mão da palma para cima, e alguém da roda disse: Tá tudo fora! Eu só vi de relance as juntas dos meus dedos subindo e voltando do lado  pro lugar. Uns 15 segundos de dor. E tá quase bom. Isso que não fiz todas as receitas que o pessoal lá da prefeitura me ensinou, uma era passar cachaça, outra que me pareceu mais atrativa, era tomar a cachaça, mas da boa, bem amarelinha, e depois soprar a mão, diz que não deixa inchar.

Um comentário:

jorge pires artesanato &cia disse...

PARABÉNS ELISANDRA SUCESSO NESSA NOVA CARREIRA PUBLICA, UM ABRAÇO...