quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

É tempo de Natal

Que dizer do Natal. Sem apologia, sem pensamento consumista, nem falsas pregações, sobra apenas o Natal, um dia que dedicamos a família, a entregar presentes como forma de compensar o que deixamos de fazer e de se doar durante o ano, quanto melhor o presente maior a culpa. É a data que procuramos perdoar os que nos deixaram mal durante o ano, e aproveitamos para lembrar e agradecer tudo que de bom que temos. Simplemente assim vejo o Natal.

Nenhum comentário: