sábado, 23 de março de 2013

Grata surpresa


Hoje acordei com uma graciosa surpresa. Moro nos limites do  Centro Histórico e Cidade Baixa em Porto Alegre, bem próximo a perimetral, com suas 4 pistas de veículos enfurecidos. No entanto, acordei com um galo cantando ao raiar do dia, fiquei atenta para escutar denovo, meio incrédula do fato, então, ele repetiu diversas vezes seu toque de alvorada. Que sensação gostosa, além dos  pássaros   o feliz galo a cantar, senti-me na minha colonia, até o cheiro de sereno da manhã pude sorver, de olhos fechados, agradeci ao vizinho que nos proporcionou desfrutar do canto, desse novo morador do bairro.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Aceite viver

Vivemos tempos de mudanças, aos que querem não só sobreviver, mas viver de fato, devem adaptar-se a elas, e tirar o melhor proveito das novas situações. É fato que tudo nos ensina e cada acontecimento é oportunidade de evoluir. Mesmo nas situações mais bizzaras, é possível buscar a compreensão de uma mensagem maior, intrísceca nos acontecimentos. Busco analisar minha existência e revivo todas as passagens, em suas paisagens diversas e caminhos que se abrem sempre desconhecidos. Sou consciente das coisas que busco a médio e longo prazo, e procuro fazer o meu agora o mais leve, produtivo e prazeroso quanto seja possível. Tenho aprendido que as coisas que tomamos emprestadas neste plano, são ilusões e não fazem parte do que realmente somos. Somos apenas o que geramos de energia em nosso corpo e ao nosso entorno. Atraímos tudo que temos, e estamos vibrando para atrair as próximas situações, o universo é magnético e mutável, estaremos ligados as energias que vibram em harmonia com as nossas. É preciso auto análise para compreender nosso papel, sua insignificância e ao mesmo tempo tão relevante importância para o fluxo de todo universo. Ler e buscar compreender aqueles que se dedicaram a estudar a complexidade do simples existir, ajuda a tornar o fardo da vida mais suave, e nos coloca numa situação de contemplação a certos fatos e pontos que se tornam irrelevantes e incapazes de nos atingir. Não temer a mudança e sim buscá-la, esse o principal ponto para evoluir, tudo que estagna passa a retroagir e o que retroage se acaba. Ser infinitamente vivo é mudar a todo instante e receber com gratidão as mudanças pois elas nos mantém em progresso e ele nos conserva a vida. Pois aquele que nada aceita, nada mais espera e para de caminhar, já está morto, mesmo que seu corpo ainda pulse.

Infinitamente Mulher


O 2º volume do livro Infinitamente Mulher será no dia 9 de março às 18h, fico muito feliz que meus escritos estejam neste livro, somando aos textos dessas mulheres de fibra da minha linda  Santiago do Boqueirão.  


"Um dia acordei e decidi: vou semear. Minha vida hoje, é jardim comum, com flores e espinhos, aprendi a desviar do espinhos e não me p...