segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Os Melhores do Ano 2010

Foi na noite de ontem a 14ª edição dos premiados "Melhores do Ano", das cidades de Santiago, Capão do Cipó e Unistalda. Também foram premiados como "Expressão Regional", pessoas que se destacaram nas cidades de abrangência do Jornal Expresso Ilustrado. A festa foi na quadra do Grêmio, com a decoração do Armazém das Flores, simplesmente fantástica, uma das mais bonitas decorações feitas para o evento. O show humorístico com o "Primeiro as Damas", conseguiu muitas gargalhadas da plateia. Uma festa nota 10 pra toda região.

Consumo de vinho melhora raciocínio, diz pesquisa

Foram avaliados mais de 5 mil homens e mulheres, com idade média de 58 anos


Um estudo realizado ao longo de sete anos na Noruega, indica que o hábito de ingerir álcool moderadamente faz bem para o raciocínio — melhor ainda se a bebida for vinho. Voluntários que bebiam com moderação (quatro vezes ou mais por semana) se saíram melhor em testes medindo funções cognitivas do que os totalmente abstêmios ou que bebiam pouco (uma vez ou menos no mesmo período).
Foram avaliados mais de 5 mil homens e mulheres, com idade média de 58 anos. Os autores da pesquisa, publicada na revista Acta Neurologica Scandinavica, admitem que outros fatores não testados como dieta e profissão podem ter influenciado o resultado. Dados como idade, nível de educação, peso e doenças foram considerados.
Em mulheres, o fato de não beber esteve associado a desempenho cognitivo "significativamente" mais baixo.
_ O maior risco de função cognitiva pobre esteve em abstêmios. Entre homens, resultados sugerem menos disfunção cognitiva em consumidores de vinho e cerveja _ diz o artigo assinado por Kjell Arne Arntzen, da Universidade de Tromso, e mais três colegas.
Os autores anotavam só a frequência do consumo, não a quantidade, por isso afirmam que as diferenças entre homens e mulheres podem estar ligadas a diferentes níveis de consumo.
Saiba mais :

— Não há consenso sobre o que pode causar o efeito benéfico do consumo de álcool. Poderia estar relacionado à presença de antioxidantes como os polifenóis ou até ao próprio álcool etílico, que fortaleceria as artérias e reduziria inflamações, melhorando o fluxo de sangue.



CADERNO VIDA - ZERO HORA

**********
Com moderação, é bom e faz bem!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

"Todas as pessoas sonham, mas não da mesma maneira. Aqueles que sonham à noite, nos recessos empoeirados de suas mentes, acordam de manhã e percebem que foi em vão. Mas aqueles que sonham de dia são perigosos, pois sonham de olhos abertos e fazem com que seus sonhos se tornem reais.
                                                T.E.Lawrence (Lawrence da Arábia)

" Se as pessoas vem trabalhar com entusiamo, se cometem erros com liberdade e sem medo, se elas se divertem, se elas se concentram em fazer coisas, em vez de preparar relatórios e participar de reuniões - então, em algum lugar, você tem líderes."
                                                  Robert Townsend

Do livro " Chega de queijo só quero sair da ratoeira " de Richard Templar

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O asfalto está avançando

Fotos do acesso asfáltico de Capão do Cipó.
As obras de terraplenagem estão 80% concluídas e continuam a todo vapor. A promessa da governadora  está sendo cumprida. Bendito agradinho.
Esse acesso representa muito a cidade, a quem viaja todos os dias para trabalhar, também aos moradores que precisam escoar suas safras ou se deslocar a Santiago.
***********
As pessoas que trabalham em Capão do Cipó e moram noutra cidade, não fazem isso por menosprezar a cidade, muito menos vão lá pegar o dinheiro. O fazem apenas, por terem suas vidas organizadas noutro local. Falo por mim ( morei lá e depois em Santiago)  e pelos que conheço, que todos queremos ver a cidade progredindo, cultivamos um carinho pela cidade e pelos amigos. Escuto os concursados mais antigos, contarem como foi o início, das viagens, dos atoleiros e falam com sinceridade e emocinados, por hoje estar melhor e a cada dia que fique ainda melhor.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Trabalho escravo

Não podemos chamar de incomum, nem muito rara a exploração de mão-de-obra em nossa região. Todo dia descobrimos um empresário e outro, bonitinho, que não cumpre as leis que garantem direitos básicos e históricos como carteira assinada, jornada de trabalho, coisas assim. Muitas vezes, são eles os que mais frequentam as igrejas, até fazem doações para os necessitados. Entretanto não se envergonham em andar num carro, ou vestir uma roupa comprada com dinheiro da exploração de trabalho alheio.
Mas muito pior que os casos que conheço tem acontecido, ainda aqui, no Brasil. As situações de trabalho escravo e tráfico de bolívianos para trabalhar em confecções em São Paulo: " Estima-se que existam 100 mil bolivianos trabalhando em condições análogas à escravidão em 8 mil pequenas confeccções na capital paulistana. “É uma mão de obra que chega ao Brasil devendo o custo da viagem aos seus patrões. A dívida gera uma relação de servidão que pode se arrastar por meses e até anos”, diz Renato Bignami, auditor-fiscal do Ministério do Trabalho. A quitação desse valor equivale à alforria."
"Ambientes pequenos, quentes, sujos, cheios de pilhas inflamáveis de tecido. Crianças sobre as máquinas de costura. Uma imensa nuvem de pó. Trabalhadores costurando das seis da manhã até as duas da madrugada para receber como pagamento um prato de comida. Rottweillers no quintal para impedir tentativas de fuga. A cena que você acabou de visualizar não acontece em uma fábrica de roupas chinesa. É uma realidade comum nas oficinas de costura situadas na Zona Norte e no Centro da cidade de São Paulo, onde é produzida boa parte das roupas vendidas em grandes magazines, lojas de rua e até de shoppings centers do país. "
A reportagem completa está em:

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Quanto seus vereadores gastam em diárias?

O valor gasto em diárias pelos legislativos municipais gaúchos em 2009 e o custo por habitante do respectivo município, de acordo com levantamento do Ministério Público de Contas:

Município   Valor      Posição      Custo por Habitante

Itacurubi 88.453,05 36º 23,83
São F. de Assis 76.200,00 47º 3,85
Capão do Cipó 48.635,00 83º 13,96
Manoel Viana 39.501,40 113º 5,68
Unistalda 17.785,00 208º 7,42
Santiago 11.000,00 275º 0,22
Jaguari 8.907,27 300º 0,76
N. Esp. do Sul 747,50 436º 0,14

Enquanto em Nova Esperança do Sul, no ano de 2009, cada vereador gastou em diárias o referente à R$ 0,14 por habitante, em Itacurubi o município desembolsou R$ 23,83 por munícipe, para que seus vereadores viajassem para "cursos e atualizações". Em Capão do Cipó as viagens dos edis custaram R$ 13,96 por habitante. Como ano passado eu morava lá, custaram-me  mais de 1 real por mês, as viagens dos representantes do povo.

Matéria completa : Zero Hora 16/08
http://zerohora.clicrbs.com.br/pdf/8784341.pdf

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Anulado o concurso de oficial de justiça, enfim sábia decisão!

"O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL E A FUNDAÇÃO CONESUL DE DESENVOLVIMENTO, EM FACE DAS DENÚNCIAS DE IRREGULARIDADES OCORRIDAS NA REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA DO CONCURSO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DE OFICIAL DE JUSTIÇA PJ-H, APLICADA EM 18/04/2010, A FIM DE FACILITAR NAS INVESTIGAÇÕES E VISANDO À LISURA NO ANDAMENTO DO CERTAME, RESOLVEM ANULAR A REFERIDA PROVA." http://www1.tjrs.jus.br/site/concursos_e_estagios/servidores/concurso/of_justica_2010.html
****************
Pesquisas mostram que Dilma poderá ganhar em primeiro turno. Petista vai a 43% e tucano oscila negativamente para 32%. O horário gratuito começa hoje. Espero que o povo não desligue a tv ou coloque um DVD de piadas para esperar a novela das 8.

Visita a Capão do Cipó

Partimos cedo de Santiago, em direção à Terra da Soja, onde passamos o dia. O asfalto da 377, ou melhor o que foi o asfalto da 377, no trecho Santiago/Capão do Cipó, está em péssimas condições, inúmeros buracos, e trechos onde saiu totalmente a camada de asfalto restanto somente a  base de terra e britas soltas. Um absurdo. Já postei no blog algumas vezes reclamações sobre esse trecho quando e passava diariamente. Os buracos eram tapados e dentro de poucos dias todos estão abertos novamente. Algo saiu errado nesse trecho, pelo que sei o resto da estrada não tem esses problemas. Tem que ser arrancado  e refeito, onde ainda tem asfalto, não há nenhuma sinalização, o que a torna extremamente perigosa. Espero que refaçam, sinalizem  e enfim concluam para a terceira inauguração, o que provavelmente ficará para o próximo governador.
Enfim, meu  dia no Cipó  foi muito agradável, visitei tantos amigos quanto pude. Gosto da cidade, do carinho que as pessoas me passam. Abracei e resumi meus últimos meses para todos com quem falei. Fui tratada com a mesma atenção e amizade de quando morava lá. Todos sabem que  sai temporariamente, não por causa das pessoas, ou por não gostar da cidade, ou  do pó, sai porque é natural querer estar mais perto da família, é natural querer trabalhar naquilo que nos preparamos para fazer. E porque eu sou assim, gosto da mudança, gosto de tentar.

domingo, 15 de agosto de 2010

FEICOAGRO

Foto:http://www.radiojaguari.com.br
A FEICOAGRO 2010 é uma feira de Jaguari para a Região, assim foi descrita pelo prefeito João Mário. Estivemos visitando a feira, e podemos comprovar que Jaguari  tem muito para mostrar a região. Os expositores capricharam na ornamentação de seus estandes e mostraram para os visitantes o que a cidade das Belezas Naturais produz de melhor, seja no artesanato, indústria, comércio e setor primário. Não ficamos para o festival, mas soubemos que tanto as músicas concorrentes como os shows, cairam no agrado do público. No momento que visitamos a feira, esta tarde, os corredores estavam lotados, prova do sucesso da feira. Parabéns aos organizadores, pois atingiram em cheio seus objetivos e mostram uma Jaguari bonita e desenvolvida.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Plebiscito da Terra

Em torno de 3% das terras do Brasil, pertencem a estrangeiros. São 4,3 milhões de hectares distribuídos em 3.694 municípios. As vendas vem aumentando nas terras férteis e especialmente na Amazônia. Os compradores são grupos de investidores estrangeiros.

O Fórum Nacional pela Reforma Agrária e pela Justiça no Campo (FNRA) promoverá um plebiscito popular sobre o limite da propriedade da terra. O objetivo é envolver a sociedade neste debate.  Será de  1 a 7 de setembro, durante a “Semana da Pátria”.
Seriam 35 módulos fiscais e os limites variáveis de estado para estado.

Sabemos que no Brasil em torno de 2% dos proprietários de terras possuem 60% da área, e ainda que os produtores que alimentam a nação são os de pequenas propriedades e não os grandes proprietários.

Uma discussão sobre propriedades de terras, é tema para várias postagens, precisaria de embasamentos e estudos a respeito. Não sou capacitada para emitir parecer. Entretanto, é relativamente fácil  notar que algo caminha errado. A divisão de terras como ocorreu até hoje, na chamada Reforma Agrária, não tem dado grandes resultados. Vemos muitos dos que recebem terras, não terem condições financeiras e técnicas de sobreviver  de seus lotes. No momento que cessam os incentivos, do governo, muitos abandonam, arrendam ou vendem irregularmente. De outro lado estão os proprietários de grandes extensões  de terras, que segundo as estatísticas são os que menos produzem alimentos. Então, a comida que comemos vem de onde?
 Estaria vindo das pequenas propriedades organizadas, em estados onde recebem estrutura e incentivos para produzir, em locais onde se faz possível a comercialização dos produtos, de propriedades entre 5 e 30 hectares.

O plebiscito resolverá o problema?
Não resolverá, mas de alguma forma, precisa-se frear a venda deliberada de terras  para estrangeiros. Não sou favorável a desapropriar quem tem e faz uso da terra. Mas sou favorável a estabelecer limites para compras daqui para frente. A tendência natural é que as propriedades diminuam de tamanho, se de alguma forma forem estabelecidos limites de compras para os grandes grupos com capital estrangeiro, quem sabe chegaremos, a passos lentos, a um modelo mais proporcional.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Políticas

Independentemente de se gostar ou não de política ela está presente em nossas vidas. Desde o momento que acordamos e colocamos a sacola de lixo para ser recolhida pelo caminhão, estamos fazendo uso de uma política pública.
Podemos defini-la grosseiramente como formas de organização da sociedade. Os sistemas da sociedade são ligados e geridos politicamente. As ações de saúde pública e os investimentos na área de pesquisa para erradicação de doenças, dependem diretamente dos investimentos despendidos a cada um. O transporte coletivo, o preço da gasolina que abastecemos o carro para ir trabalhar, dependem de ações políticas. A luta feminina contra o machismo, a licença maternidade estendida, a luta pelos direitos iguais para companheiros homossexuais, isso é política. Ela está inserida, ou melhor nós estamos inseridos no processo político que coordena nosso bairro, município, estado, país e assim por diante. É impossível viver sem ela, pode-se ignorá-la, deixando na mão de outros a decisão, é mais prático, gera menos problemas. Pois junto da política está a busca por poder, a política demarca as camadas sociais e define os poderes de cada um. Precisamos compreender que, como cidadão comum, mesmo que alheio as grandes tomadas de decisões políticas, temos nossa significância de poder. Nossa pequena parcela está em escolher quem tomará as decisões mais importantes em nosso nome. Como é difícil em tempos como o nosso, acreditar em cidadãos, dispostos a arregaçar suas mangas e fazer parte das tomadas de decisões. Como saber que este ou aquele não é apenas mais um buscando seu próprio bocado de poder, poder para o ego, pois muitos após alcançarem esse poder, fazem péssimo uso dele. Entretanto, não pode-se perder a fé, há de existir ainda mais trigo que joio nesse saco.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Muuuuiiiiito friiiioooo!!!

Estou com os pés congelados. Procurei na internet várias receitas para um chocolate quente. Em resumo é leite, chocolate, maizena e criatividade. O dia está muito gelado, ainda bem que não preciso mais sair de casa hoje. O fogo na lareira já está acesso, vou fazer o chocolate e tomar, vagarosamente em frente ao fogo. Sem me analisar, nem procurar nenhuma resposta ou solução. Apenas olhar para o fogo e para a xícara. Quero guardar na minha mente, todos as melhores lembranças, cada momento, guardo-as para a velhice.
 Sou um ser imperfeito, cheio de dúvidas, inquietações, erro, erro tanto o tempo todo. Mas como qualquer um, preciso aprender a me aceitar, e aos outros, somos diferentes. As coisas que dão certo, também dão errado. Mas o que é certo ou errado? A única coisa certa, é que preciso respirar mais essa vez, e mais uma, e outra..........o resto é consequência da vida. 

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Imagens de dias normais mas geniais

Tem coisa melhor que fogo na lareira, casa cheia e vinho!!!




   
Elis a "mestre cuca" e Carla a aniversariante
Flores para alegrar o espírito!

A Mimi, lembram dela, descobriu o iogurte.
Almoço de despedida do Robson Polga, engenheiro que deixou  a prefeitura mês passado, para cuidar da construtora da família.

Nosso país e suas prioridades

Na página 30 e 31 da "Revista Isto É", dessa semana, temos claramente a contradição de necessidades x prioridades do país. Primeiro a manchete dizendo: " 13 milhões de brasileiros não possuem banheiro em casa. A informação é da OMS (organização mundial de saúde)", logo na próxima página: "Deus sabe que o Brasil não pode perder a Copa de 2014". Essa frase é do presidente Lula, ao ligar as máquinas para a reforma do campo do Internacional em Porto Alegre e decretar o "começo" da Copa. E digo-lhes que não sou anti-petista, muito pelo contrário, houve muitas, muitas ações mesmo, do PT e seu presidente no governo que foram e são louváveis, mas essa de esbanjar dinheiro as bufas, com construções fenomênicas, para a "Copa", ah, essa não me desce. Quanto custa um banheiro popular, tijolos, louça, chuveiro, fossa, encanamentos o básico dos básicos, mil reais? Consigo fazer um banheiro popular com mil reais. Precisaríamos de  13 bilhões, para sanar um problema de saúde pública num país inteiro, poderíamos colocar um banheiro para cada moradia que não tem. Quanto vamos gastar  com os estádios e benfeitorias para a "Copa"? Nem me façam lembrar os números. Mas parece bobagem né, você tem o seu banheiro, o seu chuveiro, o seu vaso sanitário. Ou você concorda comigo? Poderíamos fazer tanta coisa com esses dindins da "Copa", tanta coisa boa pra tanta gente.

DEUS SEGUNDO SPINOZA

“Pára de ficar rezando e batendo o peito! O que eu quero que faças é que saias pelo mundo e desfrutes de tua vida. Eu quero que gozes, ...