quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Os morangos da vida


Talvez, ao me ouvir falar em felicidade, você se pergunte se eu não tenho problemas, se tudo dá sempre certo para mim, se nunca passei por uma grande dificuldade que me tenha deixado marcas, como ocorre com a maioria das pessoas.
É claro que sim, sou como todo mundo. Tenha angústias, fico estressado, as pessoas ás vezes me traem, mas eu procuro comer os morangos da vida.
Um sujeito estava caindo em um barranco e se agarrou às raízes de uma árvore. Em cima do barranco, havia um urso imenso querendo devorá-lo. O urso rosnava, mostrava os dentes, babava de ansiedade pelo prato que estava a sua frente.
Embaixo, prontas para engoli-lo quando caísse, estavam nada mais nada menos do que seis onças tremendamente famintas.
Ele erguia a cabeça, olhava para cima e via o urso rosnando. Abaixava depressa a cabeça para não perdê-la na sua boca. Quando o urso dava uma folga, ouvia o urro das onças, próximas do seu pé.
As onças embaixo querendo comê-lo, e o urso em cima querendo devorá-lo.
Em determinado momento, ele olhou para o lado esquerdo e viu um morango vermelho, lindo, com aquelas escamas douradas refletindo o sol. Num esforço supremo, apoiou o seu corpo, sustentado apenas pela mão direita, e, com a esquerda, pegou o morango. Quando pôde olhá-lo melhor, ficou inebriado com sua beleza. Então, levou o morango à boca e se deliciou com o sabor doce e suculento. Foi um prazer supremo comer aquele morango tão gostoso.
Deu pra entender?
Talvez você me pergunte: “Mas , e o urso?”
Dane-se o urso e coma o morango!
E as onças?
Azar das onças, coma o morango!
Ás vezes, você está em sua casa no final de semana com seus filhos e amigos, comendo um churrasco. Percebendo seu mau humor, sua esposa lhe diz:
- Meu bem, relaxe e aproveite o domingo!
E você, chateado, responde: “Como posso curtir o domingo se amanhã vai ter um monte de ursos querendo me pagar na empresa?”
Relaxe, e viva um dia por vez: coma o morango.
Problemas acontecem na vida de todos nós, até o último suspiro. Sempre existirão ursos querendo comer nossas cabeças e onças, arrancar nossos pés. Isso faz parte a vida e é importante que saibamos viver dentro deste cenário. Mas nós precisamos saber comer os morangos, sempre.
A gente não pode deixar de comê-los só porque existem ursos e onças.
Você pode argumentar:
- Roberto, eu tenho muitos problemas para resolver.
Problemas não impedem ninguém de ser feliz.
O fato de seu chefe ser um chato não é motivo para você deixar de gostar do seu trabalho.
O fato de sua mulher estar com tensão pré-menstrual não os impede de tomar sorvete juntos. O fato de seu filho ir mal na escola não e razão para não dar um passeio pelo campo. Coma o morango, não deixe que ele escape. Poderá não haver outra oportunidade de experimentar algo tão saboroso. Saboreie os bons momentos.
Sempre existirão ursos, onças e morangos. Eles fazem parte da vida. Mas o importante e saber aproveitar o morango, porque o urso e a onça não dá para aproveitar. Coma o morango quando ele aparecer. Não deixe para depois.
O melhor momento para ser feliz é agora.
O futuro é uma ilusão que sempre será diferente do que imaginamos.
As pessoas vêem o sucesso como uma miragem. Como aquela história da cenoura pendurada na frente do burro que nunca a alcança. As pessoas visualizam metas e, quando as realizam, descobrem que elas não trouxeram felicidade. Então, continuam avançando e inventam outras metas que também não as tornam felizes. Vivem esperando o dia em que alcançarão algo que as deixará felizes.
Elas esquecem que a felicidade é construída todos os dias.
A felicidade é algo que vive dentro de você, de seu coração.
A felicidade é a oportunidade que você cria para ser o artista de sua auto-criação.
Eu, aqui no meu canto, torço para que você descubra a sua maneira de ser feliz.

(Roberto Shinyashiki)

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

2ª ExpoSantiago




Termina hoje a 2ª ExpoSantiago, com público recorde. Calcula-se que 40 mil visitantes passaram pela feira. Na noite de ontem fomos premiados com o Show de Bruno e Marone. Confesso que não é muito o meu estilo, mas foi um excelente show, tudo muito bem organizado e completamente lotado, fala-se em 8 mil ingressos vendidos. Paralelo a feira houve o Festival de Música Crioula, no lonão da praça de alimentação. Houveram ainda desfiles de roupas e o inovador desfile de telas.
**********
Para mim o melhor mesmo das feiras é ver gente, muita gente junta, pessoas conhecidas para abraçar e conversar um pouco, pessoas que nunca vimos e é claro ficar junto com os amigos de sempre, ouvindo músicas e rindo.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

A polêmica da extinção dos 57 Municípios

Volta a tona a polêmica que envolve os 57 municípios brasileiros emancipados por lei estadual entre 1996 e 2000. Nessa semana 57 prefeitos responsáveis por gerir esses municípios considerados irregulares, entre eles Capão do Cipó, foram à Câmara Federal pedir agilidade na tramitação da Proposta de Emenda à Constituição PEC 495/06. Ontem no Jornal Nacional ouvi uma entrevista sobre o caso, onde um membro da Câmara Federal, dizia que na verdade esses municípios que foram criados geravam custos para o estado e união e muito pouco benefício. Pouco benfício? Posso falar do que conheço. Pergunte a um municipe de Capão do Cipó, que mora há 30 km de onde hoje é a sede do muncípio, mais 50 km até a cidade mais próxima, se há pouco benefício, ele ter ambulâncias disponíveis sempre que tiver algum problema de saúde, ou se não faz diferença para ele. Pergunte aos que estudaram até a 3ª série andando 12 km ou mais a cavalo para ir a escola e hoje os filhos são pegos a 100 metros de casa, há pouca diferença? Cada município deverá ser analisado individualmente, não é possível que alguém que não conhece as nossas realidades interioranas, venha nos dizer o que é benefício para nós.
Mas, como já postei da última vez que o assunto esteve na mídia, não acredito que toda a estrutura já montada nesses muncípios e sua sustentabilidade como é o nosso caso não seja levada em consideração.

...E a vida volta ao normal....

Acabaram as tão esperadas eleições municipais. Sou funcionária pública do muncípio de Capão do Cipó, naturalmente fiz parte do pleito desse município. Nos separamos em grupos e levantamos nossas bandeiras idealistas, que a partir de agora devem ser subsituídas pela bandeira igualitária a todos os municipes, que é a bandeira do nosso Município. Muito vi e ouvi durante a campanha, a prudência me impede de fazer maiores descrições. Certamente me decepcionei com vários fatos. O que não podemos é fazer disso uma guerra, acabou. Os candidatos com maior aceitação estão eleitos. Numa eleição não há perdedores nem vencedores, há homens e mulheres escolhidos pelo povo para representá-los. E com o dever moral e cívico de bem fazê-lo. Eu como funcionária da prefeitura, continuarei fazendo parte da nova administração e fazendo o que estiver ao meu alcance para que as expectativas da comunidade sejam supridas.
****************
Não posso deixar de registrar o fato que me deixou profundamente decepcinada e magoada, não sabemos ao certo em que noite, mas sabemos que entre a quinta-feira antes das eleições até a segunda-feira pela manhã, as máquinas que haviam sido deixadas no pátio da prefeitura foram sabotadas, foi colocado açúcar nos motores. Quando funcionaram na segunda pela manhã, notou-se os problemas, alguns motores fundiram, um prejuízo estimado em R$ 150.000,00, o que daria para construir mais de 10 casas populares. Dói saber que em nossa comunidade há uma mente extremamente pequena capaz de um ato desse tipo. É dinheiro público, dinheiro nosso, pago centavo a centavo de nossos impostos. Dói mais em pensar, que o sabotador, está entre nós, pode ser qualquer um que cumprimento na rua, aperto a mão e tomo como amigo, pois aqui todo mundo se conhece e consideramos a grande maioria como amigos. Isso é caso para a justiça. E acredito que a polícia saberá como encontrar o ou os culpados. Ainda acredito na justiça.

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Novos prefeitos da região

Santiago: Júlio Ruivo PP

Capão do Cipó: Osvaldo Froner PP

Unistalda: Moisés Gonçalves PP

Nova Esperança do Sul: Delvi Luiz Segatto PMDB

Jaguari: João Mario Cristofari PMDB

Itacurubi: Ione Goularte PP

São Francisco de Assis: Ernani Cruz PP

Mata: Sérgio Bruning PP

Manoel Viana: Ione Caminha PP

São Vicente do Sul: Jorge Martins PTB

Bossoroca: Ardi Jaeger PP

Que Deus os ajude a suprir as expectativas de seus eleitores.

DEUS SEGUNDO SPINOZA

“Pára de ficar rezando e batendo o peito! O que eu quero que faças é que saias pelo mundo e desfrutes de tua vida. Eu quero que gozes, ...